quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Mergulho em Angra dos Reis - Ilha Grande

Eu tava doida pra escrever sobre os points de mergulho em Angra, local onde eu conheço mais o fundo do mar do que meus vizinhos.
Dos vários sites para mergulho em Angra, a Ilha Grande pra mim é o melhor.
É um lugar simplesmente mágico. Vou tanto pra lá que as 8 horas de viagem tornaram-se rotina.

Localização:

O complicado foi sintetizar tudo. Ilha Grande é muito mais do que pontos de mergulho. Mas enfim, minha tentativa aqui foi de formatar um conteúdo de muita informação, e tentar direcionar ao público que mergulha ou aos seus entusiastas.
Muito antes de fazer curso de mergulho eu viajava pra Ilha Grande. Sempre a defini como um pequeno paraíso onde você não irá encontrar carros, nem prédios, nem grandes comércios. Apenas vilarejos de pescadores, algumas casas de magnatas e muitas pousadas.
As águas claras do mar da Ilha Grande, um verde esmeralda que reflete a mata que quase encosta no mar é um enorme atrativo para praticantes do mergulho.

Em qualquer parte da Ilha é possível nadar ao lado de peixes coloridos, mas a marca registrada certamente são as estrelas do mar. Até hoje nunca vi nada igual ao fundo do mar de Ilha Grande, parece mais uma constelação.

Um dos grandes mergulhos que fiz em termos de beleza de fundo de mar foi na Laje Alagada. Além de muitas estrelas, grandes pedras abrem fendas onde é possível descobrir passagens que nos apresentam grandes salões de areia branca repleto de estrelas do mar.

A Laje Branca é outro grande mergulho, localizada em frente a enseada de Araçatiba, a laje possui grandes pedras, e uma grande diversidade de espécies. Para os mergulhadores iniciantes e aqueles com pouco preparo físico não se aconselha dar a volta na ilha. A visibilidade é boa e a profundidade máxima está em torno dos 16 metros.

Outro grande mergulho é no Naufrágio do navio Pingüino. Este sem dúvida é o ponto mais requisitado para mergulho na Ilha. Seu fácil acesso fácil agrada tanto a mergulhadores iniciantes que ficam deslumbrados com o conjunto de destroços, quanto a mergulhadores avançados de naufrágio que curiosamente gostam de explorar seus porões e corredores.
Quase que completamente coberto por uma vegetação marinha, o naufrágio abriga uma imensa vida, os Cavalos-Marinhos são sempre encontrados.

O naufrágio do Helicóptero localizado na Laje do Matariz é outro ponto muito comum. A uma profundidade de 8 metros e de fácil localização. O aparelho que caiu em 1998, levava o dono do hotel Gloria. Atualmente está caído de lado, mas a turbina, tanque e 3 pás de hélice ainda continuam intactos. Não possui muita vida, mas um casal de Frade é presença garantida. E outra, convenhamos que um helicóptero no fundo do mar não é uma coisa comum de vermos.

Agora para mergulhadores avançados eu certamente recomendo o Parcel do Coronel.
Estive lá por 2 vezes mas ainda não consegui pegar a água na visibilidade como gostaria.
O Parcel está entre um dos 10 melhores mergulhos do Brasil segundo a revista mergulho.
Numa profundidade entre 18 e 25 metros começam a surgir as formações rochosas gigantescas, vamos por cima e é possível encontrar tartarugas se alimentando.
Logo mais à frente varias fendas se abrem e cada uma delas nos leva a salões com outras e outras fendas. As passagens são estreitas e cheias de ouriços e o que torna o mergulho um pouco técnico e delicado. A aventura certamente vale muito à pena.
Para os praticantes de caças as tocas reservam encontros com peixes maiores.

A Gruta do Acaiá, (Acaiá na língua Tupinambá significa útero e também chamada pelos caiçaras mais antigos como buraco do assopro) localizada no costão de dentro da Ilha Grande, a entrada da gruta está a aproximadamente 6 metros de profundidade. Deve-se evitar o mergulho quando a maré está enchendo, pois o mergulhador é "jogado" contra as pedras. Depois de um pequeno percurso de no máximo 20 metros chega-se ao salão, onde é possível tirar a máscara, já que existe uma chaminé por onde ocorre a ventilação da gruta. Há uma grande quantidade de pequenos peixes no seu interior, porém o espetáculo mais bonito é a saída quando podemos ver a claridade vinda da superfície.

A vida marinha é muito comum em todos os pontos de mergulho ao redor da Ilha toda. Certamente você irá encontrar Frades, Maria da Toca, peixes Borboleta, Trombetas, peixe Cofre, ainda com sorte Tartarugas verde e Golfinhos.

Em minha opinião é o lugar ideal para paulistas e cariocas praticarem o mergulho de turismo, principalmente para Check-Out (primeiro mergulho), onde as condições de mar são perfeitas pois em vários pontos maravilhosos de águas confinadas sem nenhuma movimentação, a visibilidade é ótima e com muitos peixes pra se ver.

Mônica Magalhães
CBPDS/CMAS 3 Estrelas
Email: monica.cotia@gmail.com
Profile Orkut: http://www.orkut.com/Home.aspx?xid=11464728585999206540

Um comentário:

Cacá Vidmontas disse...

Muito legal seus comentários sobre o mergulho na Ilha Grande! Obrigada pelas dicas! Em set/11 estarei lá e pretendo mergulhar!
Abraço, Camila